quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

01 a 07/12/07 - Varre-Sai - RJ

Há semanas os telefones que tínhamos de Varre-Sai estavam com problemas e decidimos ir mesmo sem contato prévio.

Seguimos pela rodovia BR-393, que até Estrela Dalva-MG estava tão esburacada que moradores preenchiam os buracos com terra e pediam trocados no acostamento.


Lembramos de alguns amigos de plantão, deu saudade! Uma homenagem a eles!


E, finalmente, conhecemos a cidade onde nasceu o "avô coruja" Bouhid: Pirapetinga - MG!




Chegando em Varre-Sai, perguntamos pela Secretária Municipal de Saúde, e nos deram uma informação muito engraçada:

"por causa desse tal de nepotismo, D. Marlene saiu, agora é o Luciano de Brito".

Depois descobrimos que era verdade, uma lei municipal proibiu o NEPOTISMO na cidade (e D. Marlene era irmã do prefeito)! Que maravilha! Avança Brasil!

E lá fomos nós, em busca do novo secretário!

Fomos até sua casa, e muito bem recebidos, combinamos de iniciar o trabalho na terça-feira, pois segunda seria o dia de Comemoração da Luta contra a AIDS no município.


Sua filha Laira tem o sonho de ser médica e ir para a África, quem sabe um dia não será uma "Médica da Terra"?! É bem-vinda desde já!

Escolhemos passar o final de semana a 90km daqui, e conhecer o Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça, no Espírito Santo.

Topamos com vacas "folgadas" pelo caminho...


e motoqueiros "corajosos" (pra não dizer "doidos")!

Torcemos para nenhum cair lá de cima, porque o nosso carro ali, no meio da rua, parecia mais uma ambulância!


Pendurados nas árvores, os enormes NINHOS dos pássaros "arquitetos".

Até chegar no parque, a estrada estada um "sabonete", tinha chovido muito!

Abusamos dos recursos do carro 4x4 (tração contínua): ora bloqueávamos o diferencial (para aumentar a aderência), ora usávamos a primeira reduzida (para aumentar a força) !

Chegamos bem! Fomos montar o acampamento antes da noite cair.


TERÇA-FEIRA - 04/12/07
Varre-Sai é a cidade de mais baixo IDH do Rio de Janeiro, com 8.391 habitantes e quase 17 anos. (Fontes: ONU e Wikipédia)

Apesar de ter apresentado um crescimento bruto do IDH de 1991 a 2000 maior do que o do próprio estado e país. (Fonte: site oficial)

É o município fluminense mais longínquo da capital, Rio de Janeiro, e tem como mais ilustre filho, o famoso violonista Baden Powell!


POR QUE O NOME VARRE-SAI???
Onde hoje é a cidade, havia o rancho da D. Inácia, por onde tropeiros de passagem pernoitavam, mas deixavam o local todo sujo. Cansada, ela escreveu a carvão na porta: varre e sai.

Percorremos 20 km por terra para chegar ao bairro rural que já faz divisa com o Espírito Santo: Santa Rita do Prata.


"Era uma casa muito engraçada, não tinha teto não tinha nada!"
Cômico se não fosse trágico: uma obra abandonada.


Fomos guiados pelo Igor (motorista da Secretaria Municipal de Saúde) e pela Agente Comunitária de Saúde do bairro, que teve que tocar o gado que deitava no meio da estrada!



































E ela também ia abrindo váááárias TRONQUEIRAS (o nome das porteiras por aqui)!






Profissão-perigo! Enquanto examinava a paciente, olha quem aparece!


Quase mordeu o Carlos de verdade!





PITANGA!!!

Matando a fome na hora do almoço, já passava das duas horas!




Uma cena rara hoje em dia na "cidade grande": um pedido de BENÇÃO à avó!








No meio da cozinha, nós quase batemos a cabeça na fita "cata mosquito"!

Existe uma regra mnemônica para suspeitar de CÂNCER DE PELE: o ABCDE.
A = assimetria da lesão
B = bordas irregulares
C = cor heterogênea
D = diâmetro maior que 0,6cm
E = espessura maior do que a da pele normal












De repente, o tempo fechou, o céu ficou roxo e tivemos que sair correndo! Por quê?


O carro da Secretaria estava com os pneus carecas! Olha só a ventania!

Uma dica: para não comer poeira, ligamos o ar condicionado no máximo, isto aumenta a pressão dentro do carro e diminui a entrada do pó! (que mesmo assim continua grande! Este é um defeito da Defender!)


QUARTA-FEIRA - 05/12/07
Acompanhados por 03 Agentes Comunitárias de Saúde (Alcimélia,Idalina e Célia)e o motorista Igor, fomos a 02 bairros rurais a 14km: Juá e Maó.
















A estrada estava bem escorregadia!

Derrapamos, nós e a Parati da Saúde!


Para chegar a Juá, descemos o morro a pé e passamos por uma ponte bem precária, com espaços de 20 cm entre as tábuas, um risco para as crianças que passam ali!












































































QUINTA-FEIRA - 06/12/07
Seguimos com a ACS Idalina para o Bairro Boa Sorte dos Valentins, completando 180 km rodados nestes 3 dias de trabalho.
































Um punhado de noz-moscada.









Tentamos levá-la ao hospital para solução imediata, mas seu filho não nos autorizou.

A ESPINHEIRA-SANTA (porque parece a coluna vertebral ou "espinha") tem um "leite" que parece uma cola branca! É usada pela população local para "colar" os cortes na pele!









Lorrainy não conhecia o papel carbono.

O Carlos escreveu seu nome...

...e olha só a surpresa dela!

Que alegria!





Onde o vídeo-game não chegou, as brincadeiras ao ar livre ainda sobrevivem! Ainda bem!




Para se calcular o IMC (Índice de Massa Corpórea) estimamos a sua altura.

IMC = Peso/Altura ao quadrado


Muitas vezes o sentimento de impotência também nos faz chorar!

Ensinei para ela sobre a Cirurgia Bariátrica ("Redução do Estômago").


E ela nos ensinou sobre a CURA-AMADA, esta árvore rara.

A casca é retirada na lua minguante, deixam secar por 30 dias e depois usam como infusão ou banho de assento para curar as infecções genitais.



Ganhamos um pouco da CURA-AMADA e aprendemos mais uma desta "medicina popular"!



SEXTA-FEIRA - 07/12/07
Ficamos a manhã toda em REUNIÃO com o Secretário Municipal de Saúde, SR. LUCIANO DE BRITO, onde entregamos um relatório sobre os casos mais graves e problemas encontrados e ele se comprometeu a solucioná-los.

Esta parceria é muito importante TODOS: para nós (pois nosso trabalho terá continuidade), para o Secretário de Saúde (que passa a ter conhecimento de alguns casos) e para os pacientes (que sabem que o benefício do Projeto Médicos da Terra não será efêmero).

Nos despedimos do nosso maior fã em Varre-Sai: o GILSON, dono da Pousada Aconchego da Albertina onde nos hospedamos (ele declamava as frases do site!)

...e do REGINALDO (que cortou o cabelo do Carlos, não cobrou nada e ainda nos presenteou com Vinhos de Jabuticaba – uma especialidade daqui!).


Fomos em direção a Presidente Kennedy – ES.

Na estrada, tivemos nossa primeira PANE ELÉTRICA no carro: ficamos sem farol de milha, sem GPS, sem rádio e sem geladeira.

Seguimos em frente e paramos em Marataízes-ES.

DICA: tenha sempre um TESTE PARA FUSÍVEIS e alguns sobressalentes no seu carro, assim não dependerá de uma auto-elétrica em plena sexta-feira à noite!

15 comentários:

jefferson disse...

TRONQUEIRA não é o nome dado às porteiras por lá. Porteiras são grandes portões de madeira, como todos já conhecem. As tronqueiras são mais simples, feitas de quatro ou mais fios de arame farpado, separados por três ou mais peças finas de madeira roliça, onde elas cercam como se fossem cercas de arames móveis, e são a parte da cerca onde os carros e os bois passam. São mais baratas que as porteiras, pois os próprios agricultores as constroem.
Sd's,
jefferson

Alex Freire disse...

E ai casal, boa sorte nessa missão!Muito admiravel a atitude de vcs!! Abraço forte e fiquem com Deus!!

Alex

Luiz de Araujo Campos Junior disse...

Caros Médicos da Terra, parabéns pela iniciativa. Sou Profissional de Educação Física, Fisiologista do Exercício, Coordenador do Curso de Educação Física das FIRA-Avaré e sempre tive vontade de ensinar as pessoas mais carente à respeito dos benefícios da atividade física como medicina preventiva e reabilitatória.
Abraços!!

Luiz de Araujo Campos Junior

Anônimo disse...

Parabéns Médicos da Terra! Um belo trabalho que vcs têm realizado. Trabalho este que deveria ser realizado pelos médicos de família (ao meu ver)pois a cidade é bem pqna e merecia o carinho, amor e a dedicação que vcs demonstraram.
Infelizmente puderam notar a falta de estrutura do nosso combalido hospital e de nossa SAÚDE. Um abraço e gratos pela presença em nossa cidade.

Theo e Nina disse...

REPASSO A VOCES A OPINIÃO DE NINA, MINHA NAMORADA, DE LENCÇOIS PAULISTA-SP, APOS VER SO SITE DE VOCES. ABRAÇOS. QUE DEUS CONTINIU ABENÇOANDO A VOCES E SEU TRABALHO:

"anjos da terra! adorei o trabalho dos médicos da terra,,o que eles fazem é verdadeiramente maravilhoso!"

Theo

Neide Marilia Fabbri disse...

Que pena q não pude participar aqui em vSai,pois sou secretaria de assistencia social é preciso muito de seres humanos iguais a VCS!!abç Inclusive alguns casos já conhecia ms Vcs estão de parabéns q Papa do Ceu proteja vcs um forte abç
Neide Marilia Fabbri

Jefferson Rosson Vargas disse...

Pois é, nobres colegas, ainda bem que temos a proatividade, boa vontade e atitude de pessoas como vocês, pois quando dependemos das pessoas que deveriam cuidar disso, terminamos na situação que vocês encontraram no município de Varre-Sai. Um belo caso relatado no comentário acima do descaso do poder público para com a população.
PS: Isso é por que eles conheciam alguns casos... imagina os casos que não conhecem.
Agradeço de coração a vocês, em nome das famílias visitadas, e de todo o povo varresaiense, que tenho certeza, abençoa vocês e reza por vocês por este trabalho.

Dê disse...

...to emocionada!

Bernedette e Claudine disse...

Moramos em Varre-Sai e soubemos da vinda de vcs por aki. Entramos no blog de vcs e adoramos o trabalho q desenvolvem. Ficamos fãs.
Bernedette e Claudine

Denise Maknavicius disse...

..ai meu Deus..cortaram o cabelinho do Carlinhos!! Ficou + bonitinho né!!! heh
bjss SAUDADESSSSS

Jefferson Rosson disse...

Parabéns pelo trabalho de vocês. Como as prefeituras não possuem a sensibilidade de cuidar de seus cidadãos, esperamos que pessoas abençoadas como vocês dêem continuidade a este trabalho, e que outras o utilizem como exemplo.
Um abraço e sucesso.

PS: Sou de Varre-Sai e moro em São Mateus-ES.

Jefferson

junio cesar rodrigues disse...

Gostei da viagem por varre sai minha cidade natal

junio cesar rodrigues

carlos henrique matias da silva disse...

Sou de varre-sai e moro em frente ao hotel que voçês ficaram,só queria lhe dar os parabéns pelo trabalho de voçês, Boas festas!!!!!!!

carlos henrique matias da silva

Wanderley de Moraes Faria disse...

Caro amigos, se permitem de chamalos assim!
Meu nome e Wanderley de Moraes Faria, e esto lotado no interior doEspirito Santo numa cidade chamada Cachoeiro de Itapemirim, vcs passaram por aqui, como em President Kenedy.

Sua historia seus sonhos são parecidos como os meus, sendo claro que ainda estou não os realizei, que é ser médico,para fazer um trabalho como os de vcs.

Eu sou Técnico em Radiologia Medica, e especializado em Radioterapia, trabalho ao qual me sinto realizado, mas poderia fazer mais pra ajudar, meu sonho de ser medico ja nasceu comigo, mas as condições financeiras não me permitiram, hoje as coisas melhorou muito mas veio a falta de tempo e as responsabilidades que ainda me segura, mas o sonho ainda continua forte em mim, e na minha filha que também quer ser medica ela hoje tem 13 anos e acha que sou medico pelo trabalho que faço trantando de pacientes com cãncer,

Descobrir vcs por engano quando estava procurando o sit do meu primo que a radio em Varre Sai cidade onde vcs passaram, ai encontrei Medicos da Terra.

Uma cena me chamou muita atenção em suas consultas, uma senhora bem velinha que estava em uma cama com os pés no chão perto de um penico sentada na cama, essa cena ou melhor a foto me fez lembrar da minha infancia sofrida como dessas pessoas que vcs atende todos os dias em suas vidas.Aquela vovózinha se ´parecia muito com a minha, o penico a cena me veio toda a minha historia, e lhes digo que tenho uma grande inveja e adimiração por vcs dois, pois gostaria de me juntar a vcs de alguma forma pra ajudar o povo da minha da minha TERRA .

Sabe amigos, se permite, hoje muitos medicos sa pensa no dinheiro que o profissão lhe traz,esquece do juramento que fez, dos principios da familia , esquece do proximo, não sou medico de diploma, mas sou medico no meu coração no meu dia a dia,

Espero que esse email cheque as suas mãos pois essa e a minha maneira no momento de ajudar claro que vou adquirir tudo que poder comprar para ajudar vcs, camisa adesivo etc..mas nenhum valor e a minha gratidão e obrigado por vcs terem atendido a minha vó, termino aqui com a lagrimas pingando no teclado do computar, tendo um grande choque de simplicidade com a modernidade, onde o videio game não chegou vcs chegarão.Desculpa pelos erros que devo ter cometidos mas ainda estou aprendendo a mexer com isso.

Wanderley de Moraes Faria
Cachoeiro de Itapemirim

Naysa Nazareth disse...

Esse é uns dos momentos que me da gosto de fazer medicina , estao de parabéns.